Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

This Is Me in a Nuttshell

This Is Me in a Nuttshell

Venha 2017 que este ano foi chão que deu uvas...

Este vai ser o meu útimo post de 2016 porque amanhã tenho a certeza que não tenho tempo nem para me coçar. Hotelaria em dia de Réveillon e tempo é coisa que não combina...

Toda a gente está mortinha por ver este annus horribilis pelas costas e eu não sou excepção. Foram diversas situações limite que tive que superar durante estes 12 meses que puseram à prova as minhas capacidades de desenrrascanço.

2017 traz novos desafios profissionais e traz um desafio aqui para o blog Em 2016 rendi-me aos livros de colorir para adultos numa tentativa de relaxamento e fiquei moderadamente viciada. Neste novo ano vou tentar ter tempo para colorir pelo menos 1 página por dia, mais simples ou mais complexa. E vou publicar tudo aqui, acompanhado da fonte de onde vieram essas páginas.

Que as conquistas do Ano Novo sejam como confettis: abundantes, alegres e festivas.

Entrem em 2017 com o pé direito

BTT - Coisas Antigas, Coisas Novas...


Como em tudo na vida, no que toca a livros preferes usados ou novos (o livro em si não o título, entenda-se)? Nos livros usados, preferes encadernação normal ou encadernações em couro?


Por norma, os livros que compro são edições novas. No entanto, não me importo de comprar edições usadas desde que tenham condições de conservação aceitáveis, claro! Aliás, as últimas visitas que fiz a Feiras do Livro (xii, já não vou a uma há praí 2 anos!), as compras foram feitas todas em alfarrabistas. Bona títulos, boas pechinchas!

No que toca a encadernações, acho que as de couro, aquelas lindíssimas com detalhes em folha dourada, ficam bem numa biblioteca com ambiente de tal coisa ou numa sala familiar. Para a minha biblioteca pessoal, a que está nas minhas estantes, prefiro a amálgama de cores, tamanhos e espessuras.

 

Ideia original em Booking Through Thursday

The Polar Express

 

nmsmgqrj.jpg

Realizador: Robert Zemeckis

Ano: 2004

 

"As coisas mais verdadeiras nem sempre se vêm." 

Na noite de Natal há um menino que está deitado muito quietinho na sua cama. Está a tentar ouvir, na esperança que alguém lhe prove o contrário daquilo que já começou a acreditar: o Pai Natal não existe. Pela noite dentro, e como por magia, pára em frente da casa dele um comboio daqueles à antiga, a vapor, chamado Polar Express. Destino: Pólo Norte, para conhecer o Pai Natal.

Durante a viagem, são vários os momentos que o fazem ver que é preciso acreditar e que sempre que o fizer, vai ser mais feliz.

|TAG| O Meu Natal

Ao dar uma vista de olhos pelo meu feed de posts do dia, encontrei esta Tag no blog Mãegnifica. É escrito pela Jessica Asato, directamente de Campo Grande (Brasil), e apesar de não comunicarmos tanto como em outros tempos, ela é e sempre será a minha "turista" preferida!

Ao ler as perguntas, senti que era a forma perfeita de fazer um "rescaldo" daquilo que é para mim o Natal.

 

 O que costumas fazer na véspera de Natal e no dia 25?

Dia 24 é dia do jantar mais tradicional com a família. Bacalhau cozido como manda a praxe, pescada para quem não vai à bola com o "fiel amigo", ovo cozido para todos, grelos salteados (longe...), pão de canela a acompanhar e no fim as mais variadas doçarias. Chegando às 24h, ou mais cedo um bocadinho, é hora de abrir prendinhas.

Dia 25 é dia de família também mas o prato vai para a carninha. Lá em casa, Natal cheira a anho assado em forno de lenha. Terminado o almoço, juntam-se primos e tios em casa dos avós (se bem que nos últimos anos eu estou de serviço a 25...)

 

 Qual é o teu filme de Natal preferido?

No meu coração vai haver sempre um lugarzinho especial para o Sozinho em Casa 2, o de Nova Iorque, mas nos últimos anos o meu coração derrete-se pelo Polar Express.

 

 E qual é a tua música de Natal preferida?

Esta, para quem me conhece, não é novidade para ninguém: Let It Snow na voz do Jamie Cullum.

 

 Qual é o teu doce de Natal preferido?

Sonhos! Sejam de abóbora, sejam de cenoura.

 

 O que é que gostavas mais de receber este Natal?

Do lado irreal da pergunta (que sonhar ainda é de borla), umas férias pela Andalucia. Tipo um circuito por Sevilha, Málaga, Cordoba, Granada, Jaén...

Do lado real da pergunta, uns sapatos confy e todos fashion para trabalhar.

 

 Gostas mais de dar ou de receber prendas?

Dar prendas a adultos é sempre complicado porque chega a uma certa altura em que já esgotaste as opções (mesmo nas feitas em casa). A menos que estejas a dar livros a um bookaholic, que aí a escolha nunca acaba! Por isso acho a maior piada quando é para dar presentes a crianças. A reacção deles é deliciosa, mesmo com a coisa mais simples do mundo.

 

 A tua família costuma decorar a casa? Quem é responsável pela decoração?

Sempre fizemos decorações, uns anos mais simples, outros anos mais composto. Pinheiro e presépio ao natural, só presépio, nos ultimos anos tem sido um mini-pinheiro, o Menino Jesus e uma Coroa de Natal.

Estive sempre envolvida nas decorações. Nos últimos 2 anos, o B. também ajudou.

 

 Qual o teu cheiro de Natal preferido?

Aletria quentinha a sair da panela com o aroma a canela no ar...

 

 Foste um bom menino/boa menina este ano?

Acho que sim. Pelo menos ainda ninguém reclamou que tenha feito uma grande maldade.

 

 O que é que há sempre em casa?

Chocolates, principalmente Ferrero Rocher.

 

 Sabes embrulhar prendas? Embrulhas de bom grado ou não?

Não sou uma expert a embrulhar mas sempre que é preciso, embrulho de bom grado. Mas na maioria dos casos procuro um meio alternativo de embrulhar (caixas, sacos de papel...)

 

 Sabes o nome de todas as renas do Pai Natal?

Mas elas têm todas nomes?! Eu só conheço o Rudolph e é da música!

 

 Abres as prendas na véspera de Natal ou na manhã do dia?

 Já respondi a esta na 1ª pergunta. Às 24h do dia 24.

 

 Quando é que descobriste a verdade sobre o Pai Natal?

Na minha família, sempre fomos ensinados que quem trazia as prendas, ou pelo menos quem as deixava no sapatinho, era o Menino Jesus. Mas cedo também perdi essa ilusão de Menino Jesus.

 

 Qual a melhor prenda de Natal que já recebeste?

Boa pergunta... Provavelmente livros que queria já há muito tempo.

 

 O que torna esta época tão especial para ti?

A família. As mimices do sobrinho, a tagarelice com os primos mais velhos, as brincadeiras dos primos mais pequenos.

Angles We Have Heard on High - Andrea Bocelli

 "Gloria, in excelsis Deo!
Gloria, in excelsis Deo!"

 

E para fechar com chave de ouro esta espécie de advento só com músicas de Natal, só está aqui a faltar uma voz. O Sr. Tenor, o italiano mais melodioso e mais talentoso de todos os tempos (para mim, claro): Andrea Bocelli. Chega a esta altura de Natal e os CD's de Natal dele andam sempre religiosamente comigo. A colaboração que ele tem com os Marretas no "Jingle Bells" é deliciosa.

Mas nada "grita" mais Natal do que este "Gloria In Excelsis Deo". Tem uma atmosfera de Missa do Galo que nos faz sentir, sei lá... quentinhos!

 

Andrea Bocelli é um tenor, compositor e produtor musical italiano. Na sua carreira, conta com diversos duetos com variadíssimos nomes da música internacional. Com mais de 30 állbuns lançados, entre eles nove óperas completas (La Bohéme, Il Trovatore, Carmen e Tosca são alguns dos exemplos), Bocelli é também vencedor de 5 Brit Awards e 3 Grammy's. Em todo o Mundo já vendeu mais de 70 milhões de cópias.

Joy To The World - Celtic Women

 "Joy to the world, the Lord is come
Let earth receive her king
Let every heart prepare him room
And heaven and nature sing"

 

O impacto desta música em particular está sempre em quem a canta. E para dar este impacto têm que ser vozes como estas, melodiosas e a roçar o angelical.

 

As Celtic Woman são um grupo musical irlandês actualmente composto por três cantoras (Máiréad Carlin, Susan McFadden e Éabha McMahon) e uma violinista (Máiréad Nesbitt). Criado em 2004, este projecto musical junta no seu reportório temas da música tradicional irlandesa e de música mais contemporânea.

 

Natal em Vila do Conde

 

 

Por estes dias é assim que a "Princesa do Ave" do meu coração está engalanada :)

BTT - Presentes

Há algum livro que gostavas de receber este ano? E nesta época de Festas, vais oferecer algum?

Gostar de receber? Ui, tantos! Mas com a sorte que eu tenho, não devo receber nenhum. Mas verdade seja dita, também não me estão a fazer falta. Eu não ando muito voltada para os livros, lembram-se?

Oferecer, não ofereço nenhum. Ofereci o ano passado ao meu sobrinho B. por isso este ano tenho de variar...

 

Ideia original em Booking Through Thursday

Pág. 1/4