Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

This Is Me in a Nuttshell

... que é como quem diz, esta aqui sou eu. Rodeada de livros, com música nos ouvidos, com cinema ou séries no ecrã da TV ou Youtube no computador. Não é difícil me fazer feliz. Bem vindos :)

This Is Me in a Nuttshell

... que é como quem diz, esta aqui sou eu. Rodeada de livros, com música nos ouvidos, com cinema ou séries no ecrã da TV ou Youtube no computador. Não é difícil me fazer feliz. Bem vindos :)

De visita a... Mosteiro de Santa Clara-a-Nova (Coimbra)

Quando se está ao pé do Mondego, bem no meio da ponte, a imagem que se tem de um lado e do outro do rio tem dois pontos marcantes. De um lado está a Universidade (já lá vamos a esse post), do outro está Santa Clara-a-Nova. Não vou mentir, mais do que qualquer um, esse era o monumento que eu queria ver. O meu fascínio pela Rainha Santa, lembram-se?

DSCN0559.JPG

À medida que ia entrando no espaço, a sensação que ia tomando conta de mim foi inexplicável. Logo na entrada para a igreja, junto da bilheteira/loja de souvenirs, algo me impeliu a acender uma vela na imagem da Rainha Santa. Mas o baque maior foi já no interior da igreja. De frente para o altar-mor, olhando o caixão de prata em exposição lá no alto, as lágrimas vieram-me ao olhos. E eu que já não me sentava numa igreja para rezar há anos, nesse momento tirei um momento de recolhimento para absorver toda aquela paz.

DSCN0476.JPG

DSCN0477.JPG

DSCN0480.JPG

DSCN0486.JPG

Por 5€, o bilhete dá acesso a zonas mais recolhidas do espaço, recheadas de peças únicas e muito antigas (e por isso mesmo, frágeis) onde não é permitido fotografar, como é o caso do coro baixo. A título de exemplo, estão lá expostos o túmulo original da Rainha Santa, antigos andores de procissões do Senhor dos Passos, paramentos riquíssimos, imagens centenárias da Rainha Santa, alfaias eucaristicas diversas (relicários, turíbulos, etc.), entre outros.

DSCN0490.JPG

DSCN0492.JPG

DSCN0493.JPG

DSCN0494.JPG

E a visita termina nos claustros. Apesar de apresentarem algumas marcas de degradação, não deixa de ser um espaço que convida à paz e ao recolhimento. E mesmo nessa paz dos claustros, o nó da garganta e as lágrimas nos olhos não me largaram.

6 comentários

Comentar post