Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

This Is Me in a Nuttshell

... que é como quem diz, esta aqui sou eu. Rodeada de livros, com música nos ouvidos, com cinema ou séries no ecrã da TV ou Youtube no computador. Não é difícil me fazer feliz. Bem vindos :)

This Is Me in a Nuttshell

... que é como quem diz, esta aqui sou eu. Rodeada de livros, com música nos ouvidos, com cinema ou séries no ecrã da TV ou Youtube no computador. Não é difícil me fazer feliz. Bem vindos :)

Um Momento Inesquecível

Abril 26, 2017

Um-Momento-Inesquecivel.jpg

 

 Autor: Nicholas Sparks

 

Editora: Editorial Presença

 

Ano: 2004

 

 

 

London é um rapaz de 17 anos. O pai é um homem conhecido, membro do Congresso Americano, o que faz com que Landon seja um jovem com posses, muito popular, com alguns vícios e maus hábitos. As notas não são as mais famosas mas por "ideia" do pai, candidata-se à presidência da associação de estudantes porque isso ficaria bem no currículo. Também por causa das notas, Landon increve-se nas aulas de teatro. Para esse ano, a peça a levar à cena seria a escrita pelo Rev. Sullivan, e a protagonista obviamente seria a filha, Jamie. 

 


"Era, por outras palavras, o tipo de rapariga que nos fazia parecer maus, e sempre que ela olhava para mim, não podia deixar de me sentir culpado, mesmo que não tivesse feito nada de errado." (pág. 25)

 

Jamie era diferente de todas as outras raparigas da escola. Em vez de calças de ganga ou minissaia, Jamie preferia a sua saia por baixo do joelho em xadrez e a sua camisola castanha. Em vez de ir para o café ou às compras, passava o seu tempo livre com as crianças do Orfanato da cidade. A sua Bíblia, um livro muito especial, era como se fosse a sua melhor amiga, acompanhando-a para onde quer que fosse. A sua simpatia era alvo da chacota de toda a gente na escola.

 

O outro protagonista da peça acabou por ser Landon e com o avançar dos ensaios, e contrariamente aos desejos dela, os dois começam a aproximar-se ao ponto de declararem os sentimentos que tinham um pelo outro. Mas Jamie esconde um segredo que deixa Landon sem reacção numa primeira fase. Passado o choque inicial, Landon promete a si próprio, mas também ao pai dela, que tudo fará para a fazer feliz, seja por muito ou por pouco tempo.

 


"Se Jamie me ensinara alguma coisa durante aqueles ultimos meses, foi que era através dos actos - não dos pensamentos ou das intenções - que se julgavam os outros, (...)." (pág. 144)

 

Apesar de ser um livro marcadamente voltado para o romance, neste caso um romance de adolescente, existe no enredo mensagens bem mais densas do que um simples "namorisco" de miúdos. Uma é a Fé. Todos nós, em algum momento da vida, nos questionamos sobre aquilo que poderá ser o destino ou os desígnios de Deus, como tantas vezes a Jamie evocava. Aqueles eventos já estariam "escritos" ou somos nós que traçamos o nosso próprio caminho? A outra está relacionada com as diferenças entre as pessoas e a aceitação entre elas. Tomos somos diferentes e ninguém tem o direito de menosprezar quem quer que seja só porque não pensam, ajem ou se parecem como nós. Isso faz também reflectir até que ponto essas mesmas diferenças são factores de aproximação entre as pessoas. Será que a velho ditado que diz que os opostos atraem-se é mesmo verdade ou para que duas pessoas de personalidades diferentes se possam entender é preciso mais do que mera atracção? São linhas que nos deixam a refletir...

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.